Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

    Ainda o Metro de Lisboa: mais boas notícias

    É a notícia do momento. Segundo o jornal Público, o Metropolitano de Lisboa prepara-se para anunciar, no final de Agosto ou princípio de Setembro, o seu plano de expansão no concelho de Lisboa, que incluirá o prolongamento da Linha Vermelha até Campo de Ourique, a partir de São Sebastião.

    Este novo trajecto fará passagem também em Campolide e Amoreiras, sendo que em cima da mesa está ainda a expansão da Linha Verde até Carnide e da Linha Amarela até à Estrela.

    Segundo o jornal, está também em equação a criação de uma nova ligação entre as linhas de Carnide e Estrela. [O objectivo é criar uma nova ligação entre as linhas verde e amarela, para] funcionarem como uma circular e servirem melhor o centro da cidade”, reconheceu ao Público o vereador do Urbanismo e Planeamento Estratégico da Câmara de Lisboa, Manuel Salgado.

    O técnico e professor catedrático Nunes da Silva é outro dos defensores da importância da extensão da Linha Amarela à Estrela e Alcântara, admitindo também estender esta linha até São Bento e Santo, unindo-a depois à Linha Verde no Cais do Sodré.

    Já falámos muito deste tema, o da mobilidade urbana, que é de extrema importância para Lisboa. A cidade parece que está partida entre uma zona bem servida de transportes e outra, que vai desde o Largo do Rato até a bairros residenciais como a Estrela, Campolide ou Campo de Ourique, que depende apenas do transporte rodoviário. O que origina, por isso, um trânsito e estacionamento caótico.

    Continuamos a pedir a sua opinião. Campolide, Campo de Ourique e Estrela deverão ter metro dentro de poucos anos. Que outras zonas da cidade deveriam também começar a ser servidas por este meio de transporte por excelência da cidades?
    Categorias:
    publicado por LX Sustentável às 11:21
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds