Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

    Como mudou Lisboa em 40 anos!

    Nasci em Lisboa nos anos 60.

    Naquela altura os miúdos como eu brincavam na rua. Jogavam futebol. Andavam de bicicleta. Subiam às árvores. Ou simplesmente jogavam ao berlinde e à carica. Toda a gente nos conhecia e nós conhecíamos toda a gente.

    As pessoas compravam tudo o que necessitavam nas lojas do bairro. Levavam os seus próprios sacos para trazer as compras. Eu ia para a escola a pé. Os meus pais, e muitos dos pais dos meus amigos, trabalhavam perto de casa. Só saíamos de carro para sair de Lisboa.

    A praceta onde vivíamos tinha um jardim verdejante e à volta dos nossos prédios havia campos e quintas cheias de árvores onde criávamos a nossas próprias aventuras.
    Era a nossa rua, a nossa casa.

    Depois vieram as estradas, as auto-estradas, os prédios a monte. Primeiro acabámos com as quintas. A seguir com os jardins e com as árvores. E a cidade mudou. Chegou a Segunda Circular, o Eixo Norte-Sul, a CRIL e agora a CREL. O túnel do isto e o túnel do aquilo. E a Ponte Vasco da Gama. E não tarda a 3ª travessia… e tudo aquilo que não sei mas que imagino que somos capazes de fazer.

    Falo sempre em nós. Nunca neles, porque somos nós que votamos em alguns de nós para fazerem o nosso trabalho.

    Não sou contra o progresso. Mas para progredir temos de o fazer de forma equilibrada, ou utilizando a expressão que está na moda: sustentável.

    Numa cidade, em primeiro lugar estão as pessoas. E nós, as pessoas, precisamos de viver em harmonia. É isso que queremos em primeiro lugar.
    Categorias:
    publicado por Eurico Cordeiro às 16:05
    link do post | comentar | favorito
    1 comentário:
    De Tomas Froes a 13 de Julho de 2009 às 09:14
    Não nasci nos anos 60, mas nos 80. Ainda cheguei a ter espaço e liberdade para jogar a bola na minha rua, mas com certeza, incomparavel à liberdade de quem nasceu 20 anos antes de mim. Se com o nascimento deste site, se conseguir que nasça uma esperança para os habitantes da nossa cidade, agradeço e louvo.

    Resta trabalhar para que isso aconteça. Para que um dia, os nossos filhos poderem sentir a liberdade que nós um dia também sentimos.

    Comentar post

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds