Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

    Reabilitação e sustentabilidade sempre de mãos dadas

    Trazer mais pessoas para a cidade de Lisboa tem sido um dos slogans mais ouvidos, nos últimos anos, da boca dos governantes da cidade. Nas últimas décadas, a cidade tem vindo a perder habitantes para os concelhos vizinhos, que têm casas e serviços mais baratos e, muitas vezes, com melhores condições que a capital.

     

    Como a migração populacional, Lisboa tornou-se numa cidade envelhecida e cheia de prédios vazios – daí a grande importância dada nos últimos anos à questão da reabilitação urbana. E é impossível separar reabilitação urbana do tema que procuramos debater neste blog, a sustentabilidade urbana.

     

    Assim, e segundo o Diário de Notícias, a antiga Fábrica Simões, em Benfica, poderá ser um dos próximos edifícios lisboetas a ser reabilitado, depois de quase 30 anos ao abandono.

     

    O jornal explica que a sociedade que gere o edifício principal da antiga unidade fabril e a Câmara Municipal de Lisboa chegaram a acordo para construir a Villa Simões, um loteamento entre a Avenida Gomes Pereira e a Estrada de Benfica que terá 300 habitações.

     

    A Villa Simões prevê a construção de edifícios com um máximo de oito pisos, com comércio ao nível térreo e uma grande praça de uso público.

     

    O processo ainda está em consulta pública mas uma das condições impostas pela Divisão de Mobilidade e Rede Viária da autarquia para o viabilizar será a construção de um túnel rodoviário a partir da Rua Morais Soares, que passará por debaixo dos edifícios da junta de freguesia e terminará perto do Centro Comercial Fonte Nova.

     

    E o leitor, concorda com esta solução? Se reside em Benfica e conhece de perto esta situação, pode comentar e ajudar-nos a fomentar ao debate. Se não, também é bem-vindo a enviar-nos o seu comentário.

     

    publicado por LX Sustentável às 11:32
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds