Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

    União Europeia analisa hoje Cimeira de Copenhaga

    Os ministros do Ambiente da União Europeia (UE) reúnem-se hoje em Bruxelas para analisar os resultados da Cimeira do Clima, que se realizou nas duas últimas semanas em Copenhaga. Uma conferência que, como se sabe, resultou num acordo não vinculativo e que ficou “muito aquém do esperado”, como adiantou ontem fonte da presidência sueca.

     

    Segundo explicou hoje a Agência Lusa, os 27 irão continuar a tentar que se chegue a um acordo vinculativo de redução de emissões de gases com efeito de estufa na Conferência do México, em Novembro de 2010.

     

    É que, e apesar de não se ter chegado a um acordo, a UE mantém o objectivo inicial de reduzir as emissões em 20% até 2020, em relação aos dados de 1990.

     

    Entretanto, ontem a ministra do Ambiente portuguesa, Dulce Pássaro, reconheceu o falhanço das negociações em Copenhaga, explicando que as expectativas tinham sido “completamente defraudadas”.

     

    “[Este acordo foi] melhor do que nada, porque se ficou a conhecer a posição de uma série de países sobre esta temática. A União Europeia não tem de se envergonhar porque teve uma posição liderante pela ambição que demonstrou, chegando a equacionar-se uma meta de 30% definitivamente unilateral”, afirmou.

     

    Questionada, no parlamento, sobre o não cumprimento das metas de Quioto, Dulce Pássaro disse que o Portugal está a cumprir o protocolo, uma vez que o recurso a mecanismos de flexibilidade está previsto.

     

    Finalmente, e ainda segundo a Agência Lusa, a ministra do Ambiente reconheceu que Portugal não tem tido o desempenho desejável na política de transportes e defendeu que esta deve ser articulada com estratégias de preservação do ambiente.

    publicado por LX Sustentável às 10:55
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds