Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

    Pode o falhanço de Copenhaga ser uma bênção?

    A Cimeira do Clima já terminou no sábado, mas a verdade é que o tema não tem saído das notícias. Depois do período de pré-cimeira, onde se especulava o que iria acontecer na capital dinamarquesa, segue-se agora o rescaldo da conferência.

     

    Assim, o Jornal de Negócios publica hoje um artigo onde o nosso “conhecido” Bjorn Lomborg critica o acordo assinado em Copenhaga, considerando-o “vazio” e que serve apenas para demonstrar que prometer reduções de emissões “drásticas” não passa de uma estratégia errada.

     

    “O acordo anunciado não é nada mais do que um ‘salvar a face’ dos líderes mundiais. Ir para casa sem nada teria sido melhor do que assinar um acordo vazio”, explica Lomborg, citado pelo Jornal de Negócios.

     

    O director do “think-tank” Copenhagen Consensus Center (CCC) revela ainda que este acordo representa “mais uma década perdida” em termos de resoluções climáticas. E mais: diz também que é difícil “levar a sério” a promessa financeira feita pelos países mais ricos, devido à “falta de detalhe” sobre a forma como o dinheiro vai ser distribuído.

     

    O guru dinamarquês afirmou ainda que não será possível diminuir as divisões entre os países – principalmente os países desenvolvidos e em desenvolvimento – e que impedem um acordo climático importante, enquanto os políticos continuarem a defender que a solução para o aquecimento global é a redução de emissões poluentes.

     

    “Devíamos ter a coragem de admitir que esta é a estratégia errada e que é tempo de adoptar uma nova estratégia para lidar com as alterações climáticas”, defende Lomborg.

     

    A solução passa para aumentar “significativamente” o investimento na pesquisa e desenvolvimento de energias alternativas. Actualmente, o montante destinado à pesquisa e desenvolvimento deverá representar 0,2% do PIB mundial, continuou.

     

    "Quem tinha esperanças na Cimeira de Copenhaga ficou decepcionado. Mas o falhanço da cimeira pode ser uma bênção, se levar os políticos a reconhecer os erros da sua actual estratégia e optar por um caminho melhor. Até agora, seguimos a estratégia errada ao prometer reduções de CO2 sem ter energias alternativas a preços acessíveis", concluiu Lomborg.

    publicado por LX Sustentável às 18:05
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds