Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

    Lisboa: Orçamento Participativo dá luz verde a doze projectos

    Foram ontem anunciados e apresentados os doze projectos aprovados na sequência do Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Lisboa (CML). Ao todo, são 4,935 milhões de euros de investimento aprovados a partir de propostas desenvolvidas pelos cidadãos.

     

    Dos doze projectos aprovados – infelizmente, muitos outros que seriam “necessários” para a sustentabilidade de Lisboa não conseguiram recolher votos suficientes – pelo menos oito estão directa ou indirectamente relacionados com a sustentabilidade urbana.

     

    A qualificação de espaços verdes e de lazer, requalificação de escola e praças, alargamento das faixas dos transportes públicos ou a substituição de sistemas de iluminação por sistemas mais eficientes e sustentáveis são algumas dos projectos que se enquadram no tema principal deste blog.

     

    Hoje à tarde vamos postar um texto mais explicativo sobre o Orçamento Participativo, onde daremos a conhecer estes oito projectos. Mas, até lá, pode consultar todos os vencedores aqui.

     

    E saber mais sobre o Orçamento Participativo neste link da Câmara Municipal de Lisboa.

     

    Duas notas sobre o Orçamento Participativo: em primeiro lugar, não podemos deixar de congratular a Câmara Municipal de Lisboa pela iniciativa.

     

    Como disse António Costa, “há um carácter deliberativo no Orçamento Participativo. Em Lisboa os cidadãos propõem. E [em Lisboa] os cidadãos decidem”, explicou o presidente da CML, acrescentando que há “um compromisso efectivo de execução”.

     

    Em segundo lugar, deve-se também elogiar a celeridade com que a CML apresentou os projectos vencedores. A votação terminou no dia 15, sexta-feira, à meia-noite, e os resultados foram apresentados na segunda-feira seguinte. Melhor, efectivamente, era impossível.

    publicado por LX Sustentável às 12:03
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds