Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

    Todos deveríamos seguir o sonho de Seattle

    Comecemos pelo fim: Seattle, nos Estados Unidos, uma cidade com uma malha urbana de 2,7 milhões de pessoas, é a mais recente cidade querer tornar-se livre de carbono a médio prazo. Mais precisamente, até 2030.

     

    Este é o tema do momento na cidade norte-americana, que discute as implicações de uma tomada de decisão deste calibre no desenvolvimento ambiental, económico e no próprio planeamento urbano de Seattle.

     

    Segundo relatam os media, as pessoas acolheram bem a ideia e já estão a expandir esta aceitação para questões que, mais cedo ou mais tarde, se colocarão no seu caminho: O que significa ser “livre de carbono”? Como irá a economia local reagir a esta nova realidade? Como poderá a cidade ganhar com tudo isto? Estas ideias podem ser exportadas? E que experiências podemos importar?

     

    O plano pretende reduzir imediatamente as emissões de carbono em 10% - e aumentar par 50% esta percentagem dentro de dez anos.

     

    Mas foi a forma com tudo começou que nos levou a escrever este post: um blogger, jornalista e activista ambiental – Alex Steffen – discursou na Câmara de cidade a apelou a que, dentro de 20 anos, Seattle fosse livre de carbono.

     

    “A grande mudança moral e política dos nossos dis é construir cidades limpas e verdes”, disse Steffen no seu blog.

     

    Depois, a ideia ganhou asas e transferiu-se para outros blogs, para os media e, inevitavelmente, para a população de Seattle. Depois vieram as primeiras sugestões: foi lançado um concurso para encontrar modelos básicos para medir a “neutralidade” climática e o seu espaço dentro da área metropolitana de Seattle – e a forma como a população (a maioria com formação universitária) poderia entender o que se estava a falar.

     

    Isto porque Steffen percebeu que a envolvência dos cidadãos e da população de uma determinada cidade é indispensável para a mudança desta. Seja em que áreas.

     

    “A definição de neutralidade de carbono seleccionada pelo voto popular seria bastante benéfica” – explica Steffen. “A competição levaria a modelos de inovação. O desenvolvimento de campanhas para ganhar votos para esses modelos iria encorajar novas formas de explicar estes assuntos complexos através do design, “estórias” e educação. O debate nos media iria enriquecer a percepção do público [sobre estes mesmos assuntos].

     

    Steffen termina de forma unificadora, explicando a importância deste tipo de projectos para os próprios Estados Unidos. “Esta seria um dos maiores legados do projecto. Numa nação onde o debate cientîfico e a racionalidade [dos assuntos climáticos] estão sob assalto brutal da política, conseguir que uma grande cidade escolha o seu próprio standard baseado no debate científico e na racionalidade seria, só por si, uma jogada corajosa”, conclui.

     

    Aqui está mais um excelente exemplo da importância dos blogs, das redes sociais e da Internet na questão da sustentabilidade. No LXSustentável acreditamos que esse é um dos caminhos a seguir. Por isso continuamos todos os dias a trazer bons (e também maus) exemplos de sustentabilidade urbana. Obrigado por nos seguir.
     

    publicado por LX Sustentável às 12:04
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds