Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

    Ranking EPI: Portugal no top 20 da gestão ambiental

    Um estudo desenvolvido por peritos das Universidades de Yale e de Columbia coloca Portugal na 19ª posição num ranking de desempenho ambiental que analisa a performance de 163 países de todo o mundo.

     

    Saúde ambiental, qualidade do ar, gestão da água, biodiviersidade e habitat, florestas, pescas, agricultura e mudanças climáticas são algumas das categorias avaliadas pelo EPI (Environmental Performance Índex), um índice de desempenho ambiental que avalia 25 parâmetros diferentes.

     

    Segundo noticia hoje o Diário de Notícias, também os efeitos destas categorias na saúde humana e nos ecossistemas são avaliados pelo EPI.

     

    Portugal apresenta melhores resultados nas políticas das florestas, águas e pescas, com notas de 100, 98,6 e 97,3 respectivamente, numa escala de 0 a 100. De resto, o acesso à água e saneamento básico são as áreas fortes de Portugal.

     

    Mas nem tudo são rosas. Portugal é avaliado negativamente nos impactos da poluição do ar nos ecossistemas e na protecção da biodiversidade e dos habitats – ocupa, respectivamente, o 136 e 89º lugar no ranking.

     

    De resto, Portugal cai uma posição em relação ao ranking do ano anterior, mantendo, ainda assim, uma nota global de 73 – num máximo de cem.

     

    Sem surpresas, os países nórdicos lideram o ranking – três das cinco primeiras posições. Assim, a Islândia lidera o ranking, seguida da Suíça, Costa Rica, Suécia e Noruega. Em sexto lugar aparece as Maurícias e depois sucessivamente a França, Áustria, Cuba e Colômbia.

     

    Paralelamente, os últimos cinco países do ranking são, por ordem crescente, o Togo, Angola, Mauritânia, República Centro Africana e Serra Leoa.

     

    Por curiosidade, refira-se que os Estados Unidos ocupam o 61º lugar, uma queda de 22 lugares em relação ao ano transacto.

     

    O EPI vai na terceira edição e os seus resultados foram apresentados ontem em Davos, na Suíça. Pode ver a classificação de todos os países e várias outras informações sobre o ranking neste link.

     

    publicado por LX Sustentável às 14:51
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds