Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

    O hospital do futuro (parte 1)

    O jornal i brinda-nos uma vez mais com um excelente artigo sobre como será parte de uma cidade no futuro. Desta vez o foco do artigo incide sobre os hospitais e tenta responder à questão: como serão os hospitais no futuro e como podem eles ser edifícios verdes?

     

    Antes de mais, convém recordar que os edifícios representam 40% das emissões de carbono dos países desenvolvidos.

     

    Paralelamente, e como podemos comprovar neste artigo de início de ano do The Guardian, os hospitais são, entre os edifícios públicos (pelo menos nos ingleses e não temos dúvidas em afirmar que este será também o caso português) os que mais emissões emitem – juntamente com as prisões.


    Assim, e segundo o Guardian – que citou dados do Governo britânico – oito dos dez edifícios públicos mais poluidores da Inglaterra e País de Gales são hospitais. Isto diz muito da importância dos hospitais na sustentabilidade de uma cidade.

     

    Aliás, segundo este artigo do jornal i - o artigo original, diga-se, é da Fast Company – os hospitais consomem o dobro da energia dos edifícios de escritórios, funcionando também 24 horas por dia, o que ainda agrava esta situação.

     

    O artigo explica ainda que a construção dos hospitais costuma descurar elementos de design, como o acesso à luz do dia. “Os hospitais são os edifícios mais dificilmente sustentáveis, mas também constituem uma das maiores oportunidades para os projectistas”, explicou Jean Mah, da consultora de arquitectura Perkins + Will.

     

    E como poderá ser o hospital do futuro? Vamos deixar aqui algumas pistas:

     

    1. Cozinha. As máquinas de compostagem podem ajudar a reduzir os desperdícios. Haverá ainda um sistema informático que informará sobre o regime alimentar dos pacientes, para que a respectiva comida seja só preparada de acordo com as necessidades.

     

    2. Cafetaria. Será feita com materiais naturais, terá uma iluminação acolhedora, criando um ambiente mais convidativo para o pessoal hospitalar, família e amigos dos pacientes. As refeições são servidas em recipientes descartáveis feitos de materiais biodegradáveis – como cana de açúcar – em vez de esferovite.

     

    3. Lavandaria. É uma das mais importantes secções do hospital – no que toca à sustentabilidade – por isso terá túneis industriais de lavagem com cerca de 2,5 metros de comprimento. Gastará apenas 3,5 litros de água por lavagem. A água será depois reciclada.

     

    4. Jardins na cobertura. Como afirmámos na segunda-feira, os jardins são importantes para qualquer edifício, ajudando, por exemplo, a manter uma temperatura amena. Os hospitais não fogem à regra e terão oásis para servir os pacientes, família e amigos e o pessoal hospitalar. O jardim ajudará a regular a temperatura do edifício, fornecendo uma camada extra de isolamento. Também absorverá a água da chuva para reduzir a carga de tubagens de esgoto e drenagem.

     

    5. Janelas. Será manobráveis e irão proporcionar sombra e ventilação natural, reduzindo assim a necessidade de ar condicionado.

     

    6. Parque de estacionamento. Será um ponto nevrálgico do hospital. Os painéis solares instalados nos parques de estacionamento darão sombra aos carros e recolherão energia suficiente para suprir 50% das necessidades de electricidade do hospital.

    publicado por LX Sustentável às 16:26
    link do post | comentar | favorito

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds