Twitter

Twitter Updates

    Artigos Facebook

    Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

    arquivos

    Julho 2010

    Maio 2010

    Abril 2010

    Março 2010

    Fevereiro 2010

    Janeiro 2010

    Dezembro 2009

    Novembro 2009

    Outubro 2009

    Setembro 2009

    Agosto 2009

    Julho 2009

    Junho 2009

    Maio 2009

    posts recentes

    Estamos aqui: lxsustentav...

    O LX Sustentável mudou

    Mais vale tarde do que nu...

    A resposta de Pachauri

    Ainda Brasília (mas agora...

    Não há cidades perfeitas ...

    Vamos ter uma Segunda Cir...

    Planeta pode entrar em ca...

    Siemens e LNEC vão avalia...

    Como seriam as cidades se...

    Terça-feira, 21 de Julho de 2009

    Castres e Mazamet inovam nos transportes públicos

    Nos últimos posts temos trazido para o blog alguns exemplos de medidas que, sendo implementadas noutras cidades, podem dar uma ideia aos cidadãos e governantes de Lisboa de como melhorar a qualidade de vida e sustentabilidade na capital portuguesa.

    Hoje vamos até França. A rede de transportes municipais Libellus, de Castres e Mazamet, Sul de França, aumentou o número de utilizadores em 76% e 186%, respectivamente, nestas localidades. Este aumento impressionante de utilizadores tem um segredo: desde 1 de Outubro de 2008 que andar na rede Libellus é grátis.

    De acordo com os primeiros resultados conhecidos desta medida, os estudantes foram o público que mais aproveitou a gratuitidade dos transportes públicos. Assim, e segundo o município francês, até Outubro os pais preferiam levar, de automóvel, os seus filhos à escola, em vez de pagar o passe de 142 euros anuais. Uma situação que agora se altera. 

    A iniciativa foi do presidente da câmara de Castres, que tem a pasta dos transportes da comunidade Castres-Mazamet. O sucesso do projecto está a levar o autarca a considerar a possibilidade de ampliar a gratuitidade dos autocarros a outras zonas e linhas.

    E em Lisboa, uma iniciativa destas seria financeiramente viável, mesmo que cobrisse apenas algumas linhas e percursos e em horas específicas?

    (Fonte: Ladyverd.com)
    Categorias:
    publicado por LX Sustentável às 10:08
    link do post | comentar | favorito
    1 comentário:
    De clinheiro a 21 de Julho de 2009 às 16:36
    Seria uma excelente oferecer viagens nos transportes públicos de Lisboa, neste caso pela Carris, pois não imagino qualquer tipo de viabilidade economico-financeira da parte de outras empresas, nomeadamente, Metro e CP, devido à complexidade da estrutura.
    Em relação à Carris, não faço ideia do fosso financeiro em que se encontra, mas possivelmente com um grande reforço da publicidade, seria uma forma de financiar determinadas rotas. Também a realização de parcerias com outras empresas, nomeadamente, empresas públicas, seria um outro meio de incentivar funcionários da função pública a utilizar os transportes.
    E que linhas poderia cobrir estre projecto?
    Bom, talvez algumas que façam a ligação entre os suburbios e o centro de Lisboa; zonas que tenham carencia em transportes públicos (falta de alternativas); ou linhas que façam essencialmente o interior da cidade de Lisboa.
    Objectivo? Evitar a entrada de viaturas na capital bem como a circulação interna dos mesmos no interior desta.

    Comentar post

    pesquisa

     
    Perfil de Lisboa Sustentável
    Lisboa Sustentável's Facebook Profile
    Cria o Teu Crachá

    Categorias

    todas as tags

    Parceiros












    Media Partners









    subscrever feeds