Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

Lisboa vira-se para a Península de Setúbal

É apresentado amanhã, pelas 11h, o novo Plano Regional de Ordenamento da Área Metropolitana de Lisboa (PROT-AML). O plano reforça a mobilidade entre as duas margens do Tejo, dá prioridade à ferrovia e põe em destaque a revitalização económica da Península de Setúbal.

 

Segundo o site rostos.pt, a proposta técnica estará em discussão até Outubro. O PROT-AML está em vigor desde 2002 e vai ser alterado devido aos projectos de grande dimensão previstos para os próximos anos, como a nova travessia do Tejo e o novo aeroporto internacional, previsto para Alcochete.

 

O plano integra um diagnóstico estratégico para a Área Metropolitana de Lisboa e Cenários de Desenvolvimento para a AML, assim como um novo Modelo Territorial para toda a região, incluindo uma Rede Ecológica Metropolitana e propostas para os diferentes sectores, dos transportes ao turismo.

 

Ainda segundo noticiou a agência Lusa em meados de Julho, a versão preliminar do novo plano sugere medidas nas prioridades de investimento público ao nível dos transportes, apostando no modo ferroviário para contrariar o uso excessivo do rodoviário.

 

“Devem prevalecer os transportes colectivos em sítio próprio, com primazia para o comboio, o metro, o metro ligeiro ou outros modos correspondentes, adequados às procuras”, explica o plano.

 

A proposta prevê ainda a possibilidade de uma circular ferroviária exterior para garantir o eixo Torres Vedras/Setúbal, a ligação de Loures à Linha do Norte e das linhas Cascais/Sintra.

 

Ainda assim, a equipa de revisão do plano reconhece que não foi possível suster, em várias frentes, o processo de fragmentação e dispersão urbanas. “O automóvel individual, em correlação com o expressivo crescimento das infra-estruturas rodoviárias, foi o principal suporte deste dinamismo”, continua.

 

O PROT-AML abrange uma população de 2,75 milhões de habitantes e uma área de 2944 quilómetros quadrados.

 

O plano tem previsão de publicação para o inicio de 2010. Por aqui vamos ficar bem atentos à apresentação do novo PROT-AML, sabendo que muito do futuro da cidade e da região (em termos de sustentabilidade e não só) depende dele.
 

publicado por LX Sustentável às 17:54
link do post | comentar | favorito

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds