Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

Empreendimento sustentável nasce em Odivelas

A cidade de Odivelas inaugurou ontem o seu primeiro edifício sustentável, que tem acesso a pessoas com mobilidade reduzida, recorre a painéis solares para gerar energia eléctrica e utiliza um reservatório para captação de águas pluviais que permite reduzir até 30% do consumo de água doméstica.

 

O projecto foi promovido pela cooperativa de habitação e construção Colmeia, em parceria com a Câmara Municipal de Odivelas e com o Instituto de Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU).

 

Avaliado em cerca de um 1,4 milhões de euros, o empreendimento é constituído por vinte fogos, atribuídos por concurso público a jovens até aos 35 anos residentes do concelho de Odivelas.

 

“Além dos materiais utilizados possibilitarem uma maior eficiência térmica e acústica, permitem ao mesmo tempo reduzir os custos de manutenção do edifício, uma vez que dotamos o espaço de vários equipamentos que colaboram para a preservação ambiental”, explicou à Agência Lusa o responsável pelo empreendimento, Duarte Gonçalves.

 

A questão da eficiência energética e sustentabilidade dos edifícios é um dos sete temas principais deste blog e, por isso, não podíamos deixar agora de falar deste tópico.

 

Conhece algum edifício que, em Lisboa, respeite estas regras de sustentabilidade? Ficamos à espera do seu comentário.
 

publicado por LX Sustentável às 10:39
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Afinal, serão 30 novas estações até 2020

O Plano de Extensão do Metropolitano de Lisboa, a concretizar até 2020, inclui a construção de 30 novas estações e uma linha circular, que integrará parte do actual traçado da linha amarela entre o Campo Grande e o Rato.

 

Segundo explicou ontem em Odivelas a secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, que foi citada pela Agência Lusa, as 30 novas estações correspondem a um acrescento de 29 quilómetros, que irá “reduzir drasticamente os tempos de espera”.

 

Ramada, Bons Dias (Odivelas), Benfica, Amoreiras, Alcântara e Aeroporto são algumas das zonas que irão receber novas estações de metro.

 

A estação do Rato, por exemplo, será ligada ao Cais do Sodré através de uma extensão que criará duas novas estações, São Bento e Santos. Ainda na linha amarela, continuará a expansão para as periferias da cidade, com a construção de oito novas extensões nos concelhos de Odivelas e Loures.

 

A linha vermelha será expandida entre o Oriente e o Aeroporto, e até ao Campo Grande, onde ligará ao Hospital Amadora-Sintra. A mesma linha fará a ligação entre São Sebastião e Alcântara.

 

A linha azul, por seu lado, terá as estações do Uruguai e Benfica.

 

O que acha deste plano? Concorda com as novas estações – e as zonas onde estas serão implementadas? Há alguma outra zona da capital que deveria ser beneficiada com o metro?

 

publicado por LX Sustentável às 10:57
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Universitários vão ter descontos nos transportes públicos

Já por duas vezes, aqui e aqui, falámos da importância de incentivar financeiramente a utilização dos transportes públicos por targets específicos – estudantes e trabalhadores em horas de ponta entre eles. Por isso, hoje realçamos o lançamento do passe sub23@superior.tp, que desde ontem é possível adquirir.

 

O passe destina-se a estudantes universitários até aos 23 anos e inclui um benefício de 50% de desconto no passe dos transportes públicos aderentes (ferroviários, rodoviários e fluviais a nível nacional).

 

Assim, e a partir deste ano lectivo, os estudantes do ensino superior entre os 18 aos 23 anos receberão um benefício idêntico ao que é actualmente conferido às crianças e jovens entre os quatro e os 18 anos: a redução de 50% no custo do uso regular do transporte urbano.

 

Se se enquadra nestas condições e reside na zona de Lisboa pode consultar mais informações aqui
 

publicado por LX Sustentável às 11:06
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

Sustentabilidade em ambientes urbanos debatida em Ponta Delgada

Na próxima quinta-feira, 3 de Setembro, realiza-se em Ponta Delgada um seminário subordinado ao tema “Sustentabilidade em Ambientes Urbanos”, uma iniciativa da Câmara Municipal daquela cidade e do grupo Bensaude. 

 

O encontro pretende debater estratégias de sustentabilidade urbana até 2015 e aproveita o facto de Ponta Delgada integrar a Rede Europeia de Cidades Saudáveis. A autarquia açoriana, de resto, tem já implementado no concelho um conjunto de acções ao nível dos resíduos sólidos e da gestão ambiental, que obrigam a procedimentos de sustentabilidade ambiental.

 

O seminário tem entrada livre e pretende ser um espaço comum de reflexão, debate e partilha de experiências sobre as acções e estratégias já incrementadas neste concelho.

 

Recorde-se que Ponta Delgada, tal como Lisboa, é uma das 400 cidades que aderiram ao “Pacto dos Autarcas”, um compromisso assumido por 400 cidades para redução das emissões de CO2 em mais de 20%, até 2020.

 

Como seminários sobre sustentabilidade urbana nunca são demais, aqui fica a nota para este evento que procura debater novas formas para melhorar a sustentabilidade citadina.

publicado por LX Sustentável às 10:01
link do post | comentar | favorito

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds