Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Lisboa em 18ª (em 30) no ranking das cidades verdes

A cidade de Lisboa está na 18ª posição entre 30 cidades analisadas pelo Índice Europeu de Cidades Verdes, um estudo sobre sustentabilidade desenvolvido pela Economist Intelligence Unit para a Siemens.

 

O estudo analisa a sustentabilidade da capital portuguesa nos oito temas que temos vindo a abordar neste blog: energia, edifícios, dióxido de carbono, transportes, água, lixo e uso do solo, qualidade do ar e governança ambiental. Nos próximos dias iremos abordar, uma a uma, todas as matérias incluídas neste estudo.

 

Para já, ficam as principais conclusões. Lisboa conseguiu um valor de 57,25 para um máximo de 100 pontos. Segundo a Economist Intelligence Unit, “a geografia da cidade, o clima e a actividade económica não compensam as pobres políticas de transportes, de qualidade de ar, de uso da água e do solo e de gestão dos resíduos urbanos”.

 

Ainda de acordo com a Economist Intelligence Unit, Lisboa ficou atrás de cidades de rendimentos médios e climas quente, como Madrid e Roma. E avança um possível porquê. “A fragmentação do poder entre serviços públicos locais, regionais e nacionais reduz a capacidade da cidade para implementar as suas próprias políticas e as coordenar”, refere o estudo.

 

O artigo conta também com uma entrevista ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa, que também teremos oportunidade de esmiuçar aqui. 

 

“Importa salientar que este estudo se refere a dados de 2007, sendo a situação actual diferente”, reage António Costa, que coloca os 430 mil carros que todos os dias “invadem” Lisboa como um dos principais problemas entraves à sustentabilidade da capital portuguesa.

publicado por LX Sustentável às 15:10
link do post | comentar | favorito

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds