Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Como podem as empresas ajudar a mudar uma cidade?

Nesta relação de interdependência entre cidades, negócios e pessoas, as empresas têm um papel fundamental a cumprir.

No ano passado, a Siemens portuguesa contribuiu para a redução das emissões de CO2 dos seus clientes em cerca de 10,8 milhões de toneladas, mais do dobro do total de emissões das cidades de Lisboa e Porto – cerca de cinco milhões de toneladas.

Segundo o relatório de sustentabilidade da empresa alemã, relativo a 2008, a Siemens ajudou os seus clientes a reduzirem as emissões de dióxido de carbono em 148 milhões de toneladas, em todo o mundo. Trata-se de um valor equivalente às emissões de Hong Kong, Tóquio e Nova Iorque – e um número trinta vezes superior às emissões de dióxido de carbono emitidas pela Siemens, que é de 5,1 milhões de toneladas.

A empresa tem um vasto portfólio ambiental, onde se incluem soluções para todas as áreas de produção, transmissão e consumo de energia – edifícios, indústria e iluminação – assim como tecnologias ambientais para a purificação da água e controlo de poluição do ar.

Para além da multinacional alemã, que outras empresas conhece que se esforcem, no dia a dia, para melhorar a qualidade de vida nas cidades e dos seus habitantes.
Categorias:
publicado por LX Sustentável às 11:29
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De cmcoelho@yahoo.com a 6 de Julho de 2009 às 08:51
Muitos parabéns por a Siemens estar a trabalhar para se tornar uma empresa ainda mais sustentável. Neste sentido sugiro que trabalhe, com as entidades responsáveis, para que o vosso pólo de Lisboa se torne mais acessível por outros meios também eles mais sustentáveis.
Actualmente o transporte público não é uma solução para as centenas de pessoas que se deslocam diariamente para a Siemens em Alfragide. A Siemens poderia ter ligações directas ao Marquês de Pombal, à estação de comboio/autocarro/eléctrico de Algés, etc. A empresa poderia ter duches para os empregados que se desloquem de bicicleta; cacifos para os ciclistas; estacionamento para bicicletas coberto; etc.
Os transportes para a Siemens deveriam ser grátis ou ter um preço simbólico, de modo a serem uma alternativa competitiva com o automóvel particular.
Espero que no futuro o esforço de sustentabilidade da Siemens também seja neste sentido.
Com os melhores cumprimentos,
Cristina Magalhães Coelho

Comentar post

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds