Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Concurso LXSustentável/Visão: finalmente os resultados!

Ainda se lembra deste concurso? 

 

Caso tenha lido (ou folheado) a Visão desta quinta-feira já sabe que já escolhemos a melhor resposta – segundo os membros do júri da Siemens e revista Visão. O autor dela é Alexandre Cardana, que irá receber um acumulador da Siemens, de 1,7 kW, com montagem incluída, no valor de 398 euros.

 

Alexandre Cardana centrou grande parte das suas propostas no estímulo à utilização do transporte público e reconversão de frotas para viaturas amigas do ambiente.

 

A pergunta, recorde-se, era a seguinte: “Se pudesse ter assento na Cimeira de Copenhaga, que medida ou medidas proporia para que os vários países, desenvolvidos ou em vias de desenvolvimento, limitassem as emissões de gases causadores de efeito de estufa?”.

 

Vamos deixar, na íntegra, as quatro propostas do Alexandre Cardana e, desde já, damos-lhe os nossos parabéns. Entretanto pode ler a notícia de hoje da Visão sobre o concurso aqui.

 

"1. Possibilidade de utilizadores de títulos de transportes mensais colectivos poderem descontar o seu valor no IRS, promovendo o uso do transporte publico.


2. Ainda no campo do transporte colectivo, seria interessante pressionar os governos nacionais a implementarem legislação que premiasse as operadoras de transportes públicos que se convertessem em operadoras com uma eco-consciência, passando a converter as suas frotas em frotas mais amigas do ambiente (biodiesel, electricidade).


3. Aos governos caberia a tarefa de converter todas as suas frotas em frotas verdes num prazo pré-definido (10 anos parece-me ajustado), em que a grossa fatia da requalificação seria efectuada no primeiro terço desse prazo, de modo a desacelerar os crescentes efeitos de estufa.


4. Quanto aos países em vias de desenvolvimento, penso que seria interessante inverter a tendência histórica dos países do Norte explorarem todos os recursos naturais dos países do Sul.


Veriam os seus esforços recompensados com fundos estruturais tão necessários para o desenvolvimento destes. Este financiamento seria obviamente a fundo perdido, de modo a não agravar a já preocupante dívida externa que estas nações já contraíram.

 

Seria também justo convidar os países mais ricos a participar no fundo em igual proporção às que poluem (EUA e China seriam assim os maiores financiadores do fundo.)"
 

publicado por LX Sustentável às 11:58
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Nuno Rafael Relvão a 11 de Fevereiro de 2010 às 12:30
Curiosamente a melhor medida parece mesmo ser secundária e ter surgido como resultado das outras:

A criação de um fundo internacional para a sustentabilidade em que cada país contribui com elevadas somas indexadas ao seu valor percentual de contribuição para a poluição planetária.

Assim mais que os cidadãos seriam os governos de certa forma a pagar multas e desde logo criariam contextos legais nos seus países para diminuir essas mesmas emissões.

Parece-me algo mais eficiente que oconceito de Poluidor-Pagador ao nível do cidadão.

Comentar post

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds