Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

O orçamento para Lisboa. Concorda?

Já é público o orçamento de Lisboa para 2010. Segundo o jornal Destak, são 657 milhões de euros que a Câmara Municipal de Lisboa tem para gastar – mais 14 milhões que no ano passado – sendo que a educação recebe a maior fatia deste bolo: 43 milhões de euros.

 

Segundo o Destak, 41,7 milhões de euros serão gastos na reparação de escolas, na construção de outras nove e no reforço do transporte escolar. A aposta no desporto escolar e no ensino artístico completa o investimento na educação.

 

“É necessário remodelar o parque escolar da cidade, que é um dos piores do país”, revelou o vereador José Sá Fernandes ao jornal i.

 

A cultura vai receber 37 milhões de euros, que se destinam à construção das bibliotecas municipais de Marvila e Benfica e à requalificação das bibliotecas do Palácio das Galveias, Camões e Belém. A reabilitação do Teatro Capitólio e a candidatura do Fado a Património Mundial também estão contempladas.

 

Finalmente, a habitação irá receber “apenas”30 milhões de euros. A recuperação das casas municipais – tanto as dispersas como as geridas pela GEBALIS – irá absorver 14 milhões de euros deste bolo.

 

Paralelamente, a Câmara de Lisboa prepara-se para vender património no valor de 81 milhões de euros – 11 terrenos, três edifícios e 487 fogos de habitação social.

 

No total, cultura, educação e habitação recebem 156 milhões de euros. Do orçamento, 77,1 milhões de euros provêem de capitais próprios, um reforço de 66% face a 2009.

 

“Depois de uma fortíssima contenção em 2008 e 2009, podemos agora reforçar o investimento”, explicou o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, ontem aos jornalistas.

 

Segundo o diário i, serão também gastos cerca de 245 milhões de euros para a requalificação de jardins e espaços públicos, repavimentação de ruas e o estacionamento na cidade


Finalmente, as grandes obras serão no Parque Mayer, o que “está para breve” – segundo Sá Fernandes – e no Terreiro do Paço (continuação).

 

Concorda com este orçamento? Deveria a habitação receber mais do que a educação ou a cultura - ou é um plano orçamental equilibrado? Esperamos os vossos comentários.
 

publicado por LX Sustentável às 11:43
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Carlos a 21 de Fevereiro de 2010 às 14:44
E espaços verdes? Quanto se irá gastar?

Comentar post

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds