Artigos Facebook

Gestão sustentável de resíduos em Lisboa

arquivos

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

posts recentes

Estamos aqui: lxsustentav...

O LX Sustentável mudou

Mais vale tarde do que nu...

A resposta de Pachauri

Ainda Brasília (mas agora...

Não há cidades perfeitas ...

Vamos ter uma Segunda Cir...

Planeta pode entrar em ca...

Siemens e LNEC vão avalia...

Como seriam as cidades se...

Quarta-feira, 24 de Março de 2010

Serralves promove “O desafio após Copenhaga”

A Fundação Serralves será o palco da conferência “Alterações Climáticas: o desafio após Copenhaga”, que decorrerá na próxima segunda-feira, 29 de Março, a partir das 9h15. A conferência terá o alto patrocínio do Presidente da República e contará também com a participação do secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa.

 

“A conferência de Copenhaga, realizada em Dezembro de 2009, perspectiva-se como um dos encontros mais importantes da história sobre o meio ambiente e as alterações climáticas. O acordo a assinar, resultante de um processo negocial conduzido pelas Nações Unidas, daria sequência ao Protocolo de Quioto de 1997 e deveria ter como objectivo estabelecer metas para a redução de emissões e o nível de comprometimento dos diversos países até 2020”, pode ler-se na nota da Fundação de Serralves sobre a conferência.

 

A Cimeira de Copenhaga é, de facto, um assunto incontornável. E o debate promete ser dos melhores que este ano se têm realizado sobre o tema, em Portugal. Para além de Humberto Rosa, estarão presentes, entre outros, Teresa Ribera, secretária de Estado para as Alterações Climáticas de Espanha, Keith Curtis, assessor na área de Energia do Gabinete de Operações Internacionais do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, Daniel Bessa, director-geral da COTEC e José Honório, presidente da Portucel.

 

As conclusões estarão sob a responsabilidade de Jorge Borrego, presidente da Associação Portuguesa para a Eficiência Energética e Promoção da Cogeração (COGEN Portugal).

 

A Fundação Serralves, juntamente com a Fundação Calouste Gulbenkian, têm sido dos principais promotores do debate sobre o fracasso (dependendo dos pontos de vista, é claro) da Cimeira de Copenhaga e como podem os mais de 200 países envolvidos na cimeira rapidamente retomar as conversações e alcançar um acordo vinculativo.

 

E, estando presente Keith Curtis, será interessante perceber se agora que Barack Obama assinou – num momento histórico nos EUA – a Lei da Reforma da Saúde, a não menos famosa Lei do Clima volta às prioridades do presidente norte-americano. Não há ninguém que lhe faça esta pergunta?

publicado por LX Sustentável às 16:23
link do post | comentar | favorito

pesquisa

 

Categorias

todas as tags

subscrever feeds